Milheiros de pessoas participárom na manifestaçom convocada pola plataforma SOS Sanidade Pública contra os recortes e a privatizaçom do nosso sistema de saúde. As ruas de Compostela fôrom um clamor unánime para exigir mais recursos e pessoal que freem o deterioro da sanidade pública galega. Na mobilizaçom destacárom as faixas denunciando as carências da atençom sanitária no rural. Também se figérom visíveis os conflitos laborais abertos, no setor das ambulâncias, nos PACs e nas urgências do CHUS, contra a precariedade das condiçons laborais das traballadoras sanitárias.